TECNOLOGIA

SpinTec lança programa de formação de jovens desenvolvedores de tecnologia

06/12/2021 15:30:00

SpinTec lança programa de formação de jovens desenvolvedores de tecnologia

A SpinTec, empresa de tecnologia e desenvolvimento de sistemas e aplicações sediada em Blumenau, está lançando um novo programa de formação de jovens desenvolvedores

O 1º Programa de Formação de Desenvolvedores SpinTec irá capacitar novos profissionais para atuar em diferentes áreas da tecnologia, especialmente no desenvolvimento de sistemas, aplicações tecnológicas e software.

A companhia, que desenvolve softwares de maneira personalizada para os principais players de saúde como as redes hospitalares Sistema Unimed, Rede Oncologia D'Or e hospitais Hospital Alemão Oswaldo Cruz, GRAACC e A.C. Camargo Cancer Center, entre outros, selecionou nove participantes entre 17 e 25 anos para sua primeira edição do programa. 

Por meio de indicações de colaboradores da própria SpinTec, seis rapazes e três meninas com interesse, conhecimento e potencial na área de programação foram identificados.

Eles deram início a suas carreiras no começo de novembro.

A expectativa é que, ao final dos 45 dias de curso, os novos desenvolvedores estejam aptos a ser integrados de maneira gradativa à fábrica de software da SpinTec. 

Os participantes foram contratados formalmente, recebem salário e benefícios, e acompanham aulas teóricas e práticas de segunda a sexta-feira durante o horário comercial.

A ideia surgiu de contratações anteriores de profissionais sem experiência que culminaram em novos desenvolvedores de nível júnior e pleno, e que hoje conquistaram prática e conhecimento suficientes para trabalhar em produtos da empresa e clientes. 

A alocação dos recém-formados na fábrica de software da SpinTec está prevista entre o final de dezembro de 2021 e janeiro de 2022, quando outra turma deve começar a ser preparada.

 A expectativa da empresa é lançar mais três turmas do programa de formação de jovens desenvolvedores ao longo de 2022, totalizando 30 profissionais. 

Jaqueline Batista Regueira, gerente de Gente e Gestão da SpinTec, que coordena a atuação dos mentores, e idealizou o programa junto com os sócios da empresa, afirma:

“O propósito é dar oportunidade para que possam trabalhar em equipe nos projetos da nossa fábrica de software. Ao contrário de empresas que buscam somente profissionais com experiência, queremos trazer mão de obra sem experiência para poder fazer a formação dentro de casa”.

“Analisamos o perfil de cada um, o que está buscando e as linguagens com as quais quer atuar, se gosta mais de back-end ou front-end, por exemplo”.

“No começo havia apenas seis vagas preenchidas por meninos, mas como surgiram meninas interessadas durante o processo de entrevistas decidimos abrir mais oportunidades. Era minha meta trazer mulheres para o desenvolvimento”.

“Não esperamos que em apenas 45 dias eles estejam prontos para absorver uma demanda sozinhos. Mas eles se desenvolvem muito rápido e nossa experiência vem sendo muito positiva”.






E-book da IPM Sistemas tira dúvidas de gestores públicos sobre Siafic

Novo sistema de controle de gastos públicos precisa ser implementado até o fim do ano